Segurança nos escritórios depende de manutenção preventiva do ar-condicionado


O retorno gradual das atividades faz com que muitas pessoas retornem a seus escritórios, respeitando, é claro, as limitações de espaço, quantidade de pessoas e distanciamento social. O problema é que muitos ambientes não possuem ventilação natural, fator que causa uma preocupação com a disseminação de doenças respiratórias e virais o que exige um cuidado ainda maior com a manutenção do sistema de refrigeração.

A manutenção do ar-condicionado deve ser constante e não apenas de forma sazonal ou circunstancial. A lei 13.589/18 diz que “todos os edifícios de uso público e coletivo que possuem ambientes de ar interior climatizado artificialmente devem dispor de um Plano de Manutenção, Operação e Controle – PMOC dos respectivos sistemas de climatização, visando à eliminação ou minimização de riscos potenciais à saúde dos ocupantes”. Portanto, agir preventivamente é fundamental, sobretudo quando o tema é circulação de ar em ambientes fechados.

Tanto a manutenção quanto a instalação do equipamento devem ser feitas por equipes especializadas. Hoje o mercado oferece diversas opções, com destaque para aqueles que captam o ar exterior, filtram e ainda reduzem a temperatura para otimizar a operação. Além disso, as tecnologias atuais permitem uma distribuição de ar mais homogênea e com controle mais preciso de temperatura e umidade, evitando a dispersão e concentração de vírus, bactérias e partículas indesejadas.

O caminho para conciliar segurança e saúde no retorno aos escritórios passa pela manutenção do ar-condicionado. Por isso, procure seguir essas orientações para preservar a sua saúde e das pessoas que trabalham com você.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
End: Rua Alberto Torres 673, Pátria Nova - Novo Hamburgo / RS
  • iconfaceb
  • iconinsta

Todos os direitos reservados à Air Service - Desenvolvido por Lzf Conteúdo e Design